O Gran Hotel de Palma

Lluīs Domènech i Muntaner, arquiteto catalão, que nasceu em Barcelona em 1849 e faleceu em 1923, foi o idealizador da construção do Gran Hotel de Palma. As obras começaram em 1901 e finalizaram-se em 1903. 

Ele é considerado o maestro de Antônio Gaudí, o também famoso arquiteto catalão, na Escuela de Arquitectura de Barcelona. Segundo conta a história, eles tiveram a oportunidade de prestar colaboração um ao outro em diversas oportunidades.

Domènech tinha um grande entusiasmo pela sua profissão. Também destacou-se na politica, história da arte, arqueologia e desenho. Nos seus trabalhos utilizou ferro, vidro, cerâmica e sempre buscou a exaltação da natureza. Esta natureza muitas vezes refletida através de dragōes, figuras antropomórficas, animais fantásticos ou azulejos pintados.

Este profissional, enquanto trabalhava em Palma, também dedicou-se à construção de outros edifícios em Catalunha, sendo que dois deles estão catalogados como “Bienes Patrimonio de la Humanidad” pela Unesco desde 1997:

- El Palau de la Música Catalana e

- El Hospital de San Pau.

Estes dois prédios estão situados em Barcelona.

Quero destacar que em Palma, Domènech aproveitou um terreno de 1.061 m2 na Plaça de Weyler. Esta construção foi uma iniciativa do rico empresário Juan Palmer Miralles, oriundo da burguesia maiorquina e de Ferran Truyols, marquês. Estas pessoas decidiram investir em um hotel de grande luxo e que refletisse qualidade, conforto e elegância. Assim nasceu um hotel de 4 andares com terraços, jardins, e, que nos seus porōes existiam adegas, instalações de gaz e eletricidade bem como cozinha e quartos para serem usados pelos empregados.

Este hotel estava preparado para atender a 170 hóspedes que podiam desfrutar de uma decoração de luxo, elevador, banheiros particulares, calefação etc. 

Mais detalhes….os talheres eram importados de uma fábrica da Áustria. Chegou a criar-se uma filial que se chamava Villa Victoria e que estava localizada no Paseo Maritimo de Palma. Se comunicavam através de um trenzinho que ia de uma porta a outra. Que luxo!

No dia da sua inauguração, 09/02/1903, Palma viveu uma grande expectativa social. Compareceram muitos convidados entre políticos e pessoas da alta sociedade maiorquina. O edifício foi benzido pelo então Bispo de Mallorca, Joan Pere Campins. Durante muito tempo foi o ponto de encontro dos artistas na cidade.

Os anos de sucesso e os clientes desapareceram durante a Guerra Civil Espanhola que durou de 1936 a 1939 e a Segunda Guerra Mundial. Foram tempos muito difíceis. O Gran Hotel passou a ser usado pelos soldados da aviação italiana. Nos anos quarenta ele foi vendido e sofreu muitas transformações que não foram bem conduzidas no sentido da sua preservação original.

Serviu como escritório para diversas organizações.

 

Foi comprado por La Caixa, hoje CaixaBank, Banco da Catalunha com o objetivo de construir a sede da “Fundación La Caixa” em Mallorca. As reformas começaram em 1987, nas quais se buscaram devolver ao edifício todas as características originais idealizadas por Domènech, e estas duraram aproximadamente 7 anos.Em julho de 1993 o então Hotel foi reinaugurado.

Até hoje o edificio em si é uma autêntica joia. 

Na fachada do hoje CaixaForum Palma você verá bonitas decorações como pedras talhadas, azulejos, ferros moldados entre muitas coisas. Figuras zoomórficas, motivos florais complementados com um toque oriental e uma estética neogótica.

O seu interior apresenta ferro forjado nas escadarias e um bonito estuque em todas as paredes. Quero ressaltar que desde 2003, El Gran Hotel foi declarado “Bien de Interés Cultural” pelo Ministério da Cultura Espanhol. Se coincidir com a sua presença na Ilha, saiba que a cada segunda quarta-feira de cada mês, às 18h e por 3E, você poderá participar de uma visita guiada pelo prédio e assim conhecê-lo melhor. Este programa se chama “Vive el Modernismo”. Além do mais é um espaço super aproveitado. Sempre o estão promovendo através de bate-papos, reuniões artísticas, atividades para a família curtir junta, muitas exposições etc.

Por falar nisto, curta como eu, a coleção de Hermen Anglada-Camarasa, também catalogada como “Bien de Interés Cultural” desde 2003.

Este artista catalão (1871-1959) estudou na “Escola de Belles Arts” em Barcelona e completou a sua formação acadêmica em Paris.

Participou em exposicões na Europa e, em 1914 passou a viver no Porto de Pollença, Mallorca. Passou a exibir a natureza maiorquina nos seus trabalhos. Entretanto de 1939 a 1948 exilou-se na França. 

Na minha opinião é uma obra perfeita na qual observamos composições florais, paisagens do Porto de Pollença, fortes alusões à figura feminina que ficaram refletidas nos personagens, nas cores, tonalidades e empastes usados.

Por outro lado, o CaixaForum também organiza exposições temporais que abrangem diferentes temas. Quando eu estava visitando o edifício para fotografá-lo para este Elianas Blog, “El Arte de Contar Historias” de Disney era o tema. É uma exposição dedicada aos pequenos e aos nostálgicos de cada casa…você a encontrará até o dia 22 de setembro de 2019.

Outras dicas:

- aproveite para desfrutar da cafeteria/restaurante do Gran Hotel. Luxo só! Você será transportado a 1903. Viva o modernismo e a elegância!

- ao lado da cafeteria está situada a Livraria Babel. Fui muito bem atendida por Isabel, funcionária da mesma. Se você quer comprar livros de arte, super recomendo.

O Gran Hotel está pertinho do centro de Palma e da Plaça Mayor. Esta tem um grande estacionamento. Se quiser ir com ônibus da Empresa Municipal de Transportes de Palma - EMT - os de números 3, 7, 15, 20, 25 e 50 tem ponto na porta, tanto na ida como na volta.

 

CaixaForum Palma

Plaça de Weyler, 3

Telefone de contato: 0034 971178501

Entrada para as exposições : 5 €. Clientes de CaixaBank - gratis.

Horários:

De 2a. a sábado : 10h a 20h

Feriados e domingos: 11h a 14h

24 e 31 de dezembro: 10h a 18h

25 de dezembro, 01 e 06 de janeiro: fechado.

Aproveite a sua presença na Ilha e visite o  Gran Hotel! É uma oportunidade única. Estou segura de que você vai curtir muito tudo isto.

Obrigada pela leitura!

Gostou? Pode ser útil a familiares e amigos? Compartilhe, por favor.

 

Até o próximo Elianas Blog e abraços de Mallorca.

Eliana Pacifico

Guia Oficial de Turismo das Ilhas Baleares

 

Meu Facebook e meu Instagram.

Escribir comentario

Comentarios: 0