A esquina mais fotografada de Palma de Mallorca: o Edificio Can Forteza Rey

Eu defino Palma de Mallorca como uma cidade muito fotogênica. Olhe por onde olhe, a Catedral, o Castelo de Bellver, o Palácio de la Almudaina etc são os primeiros que nos chamam a atenção. Os demais edifícios não são demasiado altos e apresentam-se em muitos estilos: gótico, neo-gótico, neo-mudejar, modernista, estilo regionalista e um sem fim de peculiaridades.

Por certo, a cidade viveu um período de euforia quando esteve presente aqui Antônio Gaudí, o famoso arquiteto catalão que trabalhou na Catedral de Palma durante um bom tempo, ou seja, de 1904 a 1914.

Esta presença gerou a construção de alguns prédios que até hoje são espetaculares tanto pela estrutura como pela sua singular decoração.

Não quero e nem posso comparar com o majestoso Edificio Flatiron de Nova Iorque no qual você pára, obrigatoriamente, para tirar uma ou dezenas de fotos naquela esquina de Manhattan. Assim que,  transportando-nos ao Mediterrâneo, o Edificio Can Forteza Rey, na minha modesta opinião, não fica para trás de nenhuma maneira.

Você deve de estar curioso querendo saber o endereço, já sei! É muito fácil de encontrar: está entre a Plaça de Cort - a da Prefeitura de Palma e a Plaza Mayor - é na Plaça del Marques del Palmer, 1. A sua fachada pode ser vista perfeitamente desde a elegante Calle Colón.

De acordo com a história, o prédio foi uma obra idealizada pelo Sr. José Forteza Rey Aguiló, joalheiro maiorquino, seu proprietário, talvez sobre 1907. Tem 6 andares nos quais identificamos o ferro adornando os balcões, as singulares janelas verdes, e muitos motivos que nos fazem lembrar o estilo Modernista de Gaudí. Este prédio foi construído para os filhos do Sr. Forteza viverem e trabalharem, ou seja, no andar de baixo existiu uma farmácia, e, no 1o andar, um consultório de dentista.

A fachada é um pouco complexa e diferente. Imediatamente você pensa que quem construiu foi Gaudí porque tem componentes que nos lembram a Casa Batlò e o Parc Güell, obras deste maestro e gênio na Catalunha. Na frente deste edifício é bastante numerosa a quantidade de motivos vegetais e florais, borboletas, a cerâmica esmaltada quebrada em pequenos pedaços e que é conhecida como Trencadis. Trencadis é outra invenção  gaudiniana. Existem também azulejos decorando o frontal e que são procedentes da então fábrica maiorquina La Roqueta. Foi fundada em 1897 e esteve funcionando até 1918. Esta empresa dedicou-se, principalmente, à confecção de azulejos em estilo Modernista. Colaborou com Gaudí no fornecimento deste material para as suas criações em outros lugares.

 

Voltando ao prédio em questão, pessoalmente, me chamam a atenção :

- as serpentes voadoras que parecem que estão cuspindo fogo com muita energia;

- cachos de flores vitrificadas que nos lembram os tradicionais buquês de noivas. São uma bonita exaltação à natureza;

- um rosto enorme que apresenta-se com a boca bem aberta, os olhos estatalados, rodeado por 2 dragōes. Pensando bem eu imagino que esta figura pode estar sentindo aquela tremenda dor de dente que todo mundo teve um dia, não é mesmo? Como comentei no começo, um dos filhos do criador deste edificio era dentista….

Aproveitando a visita, admire também o Edificio El Águila. Está ao lado. Foi um projeto de 2 arquitetos maiorquinos Gaspar Bennassar (1869-1933) e Jaume Aleña Guinart (1870-1945) em 1908. A sua fachada está composta por janelas muito grandes e amplas que nos mostram um estilo Art Nouveau bastante refinado. 

Se você quiser terminar este bonito passeio com um saboroso cafezinho e comer algo típico de Mallorca, posso lhe recomendar a minha cafeteria preferida: Forn del Santo Cristo. 

Está situada no andar de baixo do prédio Forteza Rey. São líderes na fabricacão de Ensaimada  -leia aqui-  sobre este manjar maiorquino - e outros doces e salgados. Elaboram o suco de laranja no momento - delicioso também. Tenha paciência para sentar-se alí porque nem sempre está vazia, e assim poderá desfrutar  de um ambiente agradável e elegante. As funcionárias são muito simpáticas e lhe orientarão sobre os produtos. O horário (todos os dias) é de 08:30h às 20:30h.

Em outras oportunidades eu escreví sobre o Modernismo no Elianas Blog. Se quiser conferir:

Can Casasayas

El Gran Hotel de Palma.

Você está planejando as suas próximas férias para Mallorca? Quer conhecer mais lugares interessantes em um tour de 4 horas? Mais detalhes em info@eliana-guia.com . Os tours são particulares e podem ser feitos em português, inglês ou castelhano.

Muito obrigada pela leitura e até a próxima!

Meu Facebook e meu Instagram.

 

Abraços de Mallorca,

Eliana Pacifico

Guia Oficial de Turismo das Ilhas Baleares.

www.eliana-guia.com Blog Feed

O Chococruise (vie, 08 nov 2019)
Você já ouviu falar do Chococruise?   Através do WhatsApp, a minha Companheira e Guia de Turismo Carmen Papamancea me surprendeu con uma notícia sobre o Cruzeiro Costa Pacífica que pertence ao Grupo italiano Costa Cruceros. No dia 16 de abril de 2020 este navio zarpará de Civitavecchia, cidade que está a uns 70 quilômetros de distância de Roma, para fazer um tour pelo Mar Mediterrâneo. Até aqui, nenhuma novidade.... Mas, esta Empresa decidiu unir o útil ao delicioso. Será o primeiro cruzeiro dedicado ao chocolate. O "Chococruise".  Você já imaginou desfrutar de todo um luxo a bordo, como por exemplo, 4 piscinas, 5 hidro-massagem tipo jacuzzis, 13 bares, discoteca, teatro, e, além do mais degustação e classes de chocolate? Simplesmente imperdível! Este cruzeiro pode transportar  até 3.780 passageiros, tem 1.110 funcionários e 1.504 cabines. Desde 06 de junho de 2009 o Costa Pacífica está em plena atividade. Por certo o lema deste navio é "o mar na música". Toda a sua decoração e os nomes dos decks estão ligados ao mundo da música.  Um detalhe muito importante: se você sonha em gravar o seu próprio CD não se faça de rogado! Está chegando a sua oportunidade...Costa Pacífica aposta pelo seu talento. Neste cruzeiro você encontrará o "Music Studio" - um enorme estudio de gravação com as suas músicas preferidas.  Os amantes da Fórmula 1 poderão provar um tremendo simulador de corridas. Mas voltando ao que nos interessa: qual será o Itinerário do Costa Pacífica? Ele sairá de Civitavecchia, Gênova será o seguinte destino, depois Barcelona, Palma de Mallorca, Malta, e, finalmente Catania, na Sicilia. Serão 7 dias, no total.  De acordo com a Companhia haverão workshops apresentados por:   Guido Gobino - ele é um famoso chocolateiro italiano que dedica-se de corpo e alma à sua profissão. A sede da sua empresa é em Turim. Ele têm uma bonita linha de produtos artesanais de dar água na boca! Enric Rovira - catalão que tornou-se uma referência no mundo do chocolate tanto na Espanha e Europa como no Japão e Estados Unidos. Desde muito jovem trabalhou na pastelaria dos seus pais, e, posteriormente montou o seu proprio negócio em 1993. É considerado um profissional muito criativo. Pierpaolo Ruta - Este italiano é dono de um canal de vendas chamado Originàrio e ele dedica-se à promoção de produtos  como vinhos, azeites, salames, doces e outras iguarias produzidas na Itália. Eu fico imaginando o nível  destas classes de culinária. Além de tudo isto, os passageiros farão desgustações harmonizando chocolates com vinhos e a cozinha mediterrânea. Em Barcelona também será oferecida uma visita ao "Museo del Chocolate". Há muitos anos atrás eu tive a oportunidade de visitá-lo. Em catalão chama-se Museu de la Xocolata e situa-se dentro do Convento de Sant Agustí Vell, um prédio construído entre os séculos XIV e XVI, no bairro da La Ribera, na capital da Catalunha. Quem o visite terá a oportunidade de conhecer muito bem a história do chocolate a nível mundial.  Uma curiosidade: desde o descobrimento do chocolate foram os espanhois os primeiros a divulgarem este alimento para os europeus. Merece a pena conferir esta dica. Para ser sincera foi uma verdadeira delícia escrever este artigo!  A minha sugestão é a de que você deve pensar um pouco mais sobre as suas próximas férias se quer que elas sejam diferentes e originais. A idéia você já tem... Se você estiver neste Cruzeiro e quiser curtir Mallorca, é só manter contato em info@eliana-guia.com e lhe darei todas as informações necessárias. Além de se transformar em um bom conhecedor do chocolate você também ficará apaixonado pela Ilha.   Obrigada pela leitura e se conhece a alguém que lhe interesse, por favor, compartilhe esta saborosa informação. Até o próximo Elianas Blog. Abraços de Mallorca,   Eliana Pacífico Guia Oficial de Turismo das Ilhas Baleares.   Meu Facebook e meu Instagram
>> Leer más

Descobrindo a lua em Soller (Sat, 19 Oct 2019)
No mês de julho deste ano o mundo inteiro comemorou os 50 anos da chegada do homem à lua. Eu me lembro perfeitamente desta data como se fosse hoje. Em casa estava toda a minha família reunida na frente da televisão. Vimos em preto e branco este momento histórico. Era o dia 20 de julho de 1969 às 23h56. Armstrong, Aldrin e Collins, nomes que para mim são inesquecíveis, chegaram a este astro tripulando a nave Apollo 11, depois de 5 dias de viagem… De acordo com o Astronauta Neil Armstrong ao pisar na lua aquele momento era “um pequeno passo para o homem mas um grande salto para a humanidade”. Outros astronautas chegaram a este satélite terrestre, mas, não despertaram tanta curiosidade como os três primeiros. A lua sempre foi alvo de homenagens : poemas, canções, comidas, nomes, desenhos, pinturas, artes gráficas etc.  Com as novas tecnologias muitas empresas já planejam oferecer viagens turísticas para o solo lunar. Talvez ocorram em 2050. Agora pensando bem, eu tenho um pouco de preguiça esperar tanto tempo: orçamento astronômico, a minha idade nesta época, além do mais me parece um pouco cansativo ficar tantos dias dando voltas na órbita. Como dizem os espanhois, eu tenho a solução para este assunto ou seja vou apresentar o plano B. E muito agradável, por suposto. Em Mallorca, Soller, está a chave da questão : Carrer Sa Lluna (a Rua da Lua). É uma rua tradicional com o principal comercio da cidade. Soller, na minha opinião, é um dos lugares mais bonitos de Mallorca. Está aos pés da Serra de Tramuntana, na parte noroeste da Ilha. É conhecida como o Vale Dourado. Tem mais ou menos uns 14.000 habitantes e a sua principal indústria é o turismo. Eu adoro a laranja de Soller - leia aqui sobre ela - e aos sábados, na parte da manhã, curtir a  interessante feirinha que ocorre no centro da cidade, de 08:00h às 13:30, entre muitas outras coisas. Desde Palma a Soller são, aproximadamente, uns 26 quilômetros de distância através da estrada Ma 11. Chegando lá, se você alugou um carro, a sugestão é estacioná-lo perto do Jardim Botânico que está a uns 5 quilômetros do túnel de acesso à cidade e descer caminhando até o centro através da Carrer d’ Isabel II. Você vai gastar uns 10 minutos.  Outra opção é ir com o trem de Soller, uma autêntica joia. Você pode chegar ali também com o ônibus TIB, Linhas 210 ou 211. A estação de ônibus está a uns 5 minutos caminhando em direção ao centro de Soller. Este transporte sai da Estação Intermodal de Palma, na Praça de Espanha. A Carrer Sa Lluna começa justo na Praça da Constituição, bem ao lado da Igreja do Padroeiro do lugar, Sant Bartomeu e do Banco de Soller. O seu gracioso letreiro nos chama muito a atenção ….uma sorridente lua  convidando-lhe a visitá-la. Bem pegadinho à entrada, à esquerda, está o Hotel La Vila. Ele está em um prédio modernista inaugurado em 1904. Muito elegante. Este pequeno e exclusivo hotel tem 8 quartos, além de uma cafeteria e um restaurante localizado em um pátio interior.  Depois deste endereço, dentro desta rua, você encontrará o Banco Bilbao, o açougue Ca’n Matarino, uma loja de ferragens, tradicionais armazéns  vendendo saborosas frutas e legumes. Tenho certeza de que você vai parar e querer tomar um cafezinho e comer uma Ensaimada - leia aqui sobre ela -  ou um Gatò na Padaria Horno de Sant Cristo - está no número 18. Eu adoro os doces e salgados feitos  por eles. Simplesmente deliciosos! Existem tradicionais espardenyerias, que são as sapatarias mallorquinas que vendem alpargatas feitas com pano, cestos e chapéus de palha. Própios para todas as épocas do ano como também os sapatos artesanais feitos com couro. Mais adiante, no número 36, está um famoso restaurante , La Luna 36.   Helle Alexandersen e Claudio Bernaschi estão à frente da sua cozinha criando verdadeiras e saborosas obras de arte. Este lugar situa-se em um prédio bastante antigo construído em 1870. Aqui antes havia uma fábrica de chocolates. A fachada é muito bonita e chama bastante a nossa atencão. Dentro existe um pátio onde você poderá degustar uma excelente comida mediterrânea feita com produtos de Sóller. Nos domingos este restaurante não está aberto. Seguimos caminhando pela Rua Sa Lluna e nos deparamos com a origem do seu nome. No número 50 está a Casa de Sa Lluna.   A sua procedência  é medieval, ou seja, possivelmente a lua que vemos entalhada na fachada deste edifício faz menção ao sobrenome de uma família que a habitou depois da conquista cristã da Ilha em 1229. Existem muitas casas em estilo modernista nesta rua. Algumas decoradas com azulejos, com ferros modelados com motivos vegetais e zoomórficos. Muito interessantes. De acordo com a historia, muitos habitantes da cidade tiveram que emigrar a Cuba, França, América para trabalhar quando uma praga fez com desaparecessem os cítricos que eles plantavam na época. Isto aconteceu sobre o século XIX. Quando voltaram à cidade, depois de muitos anos, eles decidiram construir casas muito bonitas e elegantes. O estilo elegido foi, principalmente,  o modernista. Além do mais em Mallorca encontrava-se Antonio Gaudi e a sua equipe trabalhando na Catedral de Palma.  Mas a  joia da coroa está entre os números 86 e 90. Aí localiza-se o Museu Modernista Can Prunera. Esta casa pertenceu a Joan Magraner Oliver, ou  Joan Prunera, como era o seu apelido, e, foi construída entre 1909 e 1911. Joan Rubió Bellver, discípulo e empregado de Antonio Gaudi, possivelmente, foi o arquiteto responsável pela sua construção.  Visite este belíssimo edifício e aprecie obras de Joan Miró, Picasso, León Lopez, Juli Ramis Palau, artista sollerense e reserve um bom tempo para curtir o seu jardim. O museu, em temporada baixa, não abre nas segundas-feiras. Valor do ingresso: 5€. Você gostou de conhecer a Rua da Lua através do Elianas Blog? Espero que sim e lhe agradeço pelo tempo dedicado à sua leitura. Compartilhe com familiares e amigos que desejam conhecer Mallorca. Alguma dúvida ou sugestão? Através de info@eliana-guia estarei encantada em poder lhe ajudar a conhecê-la porque vivo neste paraíso há mais de 22 anos. A experiência conta! Até o próximo tema e abraços de Mallorca!   Eliana Pacifico Guia Oficial de Turismo das Ilhas Baleares   Meu Facebook e meu Instagram
>> Leer más

Escribir comentario

Comentarios: 0